sexta-feira, 9 de setembro de 2011

ND

Tudo que tenho
não é meu.
Nada que tenho
tu que me deu.

Ao nada
dou tudo

Pobre de mim
à nada pertenço
tudo conheço
dessa dor sem fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário