domingo, 16 de maio de 2010

Sedução







“É também da distância e do mal-entendido que vive toda sedução.”
Leila Perrone Moisés






...




*Imagem por PC Siqueira

sábado, 15 de maio de 2010




"Uma só frase lhe bastará para definir o homem moderno: fornicava e lia jornais. Depois dessa forte definição, o assunto ficará, se assim posso me expressar, esgotado."




A Queda - Albert Camus








...








*Imagem por Garibaldi

sexta-feira, 14 de maio de 2010


"Pai, afasta de mim este cálice
Pai, afasta de mim este cálice
De vinho tinto de sangue

Como é difícil acordar calado
Se na calada da noite eu me dano
Quero lançar um grito desumano
Que é uma maneira de ser escutado
Esse silêncio todo me atordoa
Atordoado eu permaneço atento
Na arquibancada pra qualquer momento
Ver emergir o monstro da lagoa"



Eu estou doente...

...
Cálice - Milton Nascimento
...
*Imagem por Garibaldi

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Felicidade lisérgica


“O Gato apenas sorriu quando viu Alice. Parecia de boa índole, ela pensou, mas não deixava de ter garras muito longas e um número respeitável de dentes, por isso ela sentiu que deveria ser tratado com respeito”



Felicidade s.f. 1. Estado de quem é feliz; perfeita satisfação interior; aventura, contentamento. 2. Circunstância favorável; boa sorte, bom êxito, bom sucesso, boa fortuna.

Felicidade do latim felix (genitivo felicis) quer dizer - originalmente - "fértil", "frutuoso", "fecundo"

Aquela felicidade está sempre atrelada à inquietude. Toda essa lisergia transborda, vaza por movimentos absurdos e hipnotizantes. Não se entende muito bem a origem nem a finalidade de todas aquelas expressões.
Confesso que é possível sentir medo em meio a toda confusão de pernas, braços, cintura e pescoço.

Tudo vira uma coisa só e se transforma em um bilhão de coisas diferentes.

olho direito está para a esquerda
olho esquerdo está para a direita
não há nariz
sorriso respeitável
perna direita longa demais
perna esquerda nua demais
não há braços
cintura frenética
lábios cardíacos
pés, cabelo e coração também não há

Há somente duas cores que se dissolvem numa malevolência mais do que satânica, alimentada pelo gim, assumindo o controle de cada fibra do seu corpo.

Cinco segundos eternos.

HORROR, DESLUMBRE, PAIXÃO.
...
*imagem por PC Siqueira

sábado, 8 de maio de 2010