quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Análise do poema "Intervalo" - Jhn


Grupo de isotopias:
Claras: -dia -vida -vida
Imparciais:- querer - ponto de vista -vá
Escuras: - morrer - desistir - deixa
Ligação: - cada - mais - mas -lá -não

Níveis de Análise Poética:

Nível mórfico:
A cada dia desisto mais da vida. (substantivo)
Não do ponto de vista de querer morrer. (substantivo/verbo)
Mas do ponto de vista de desistir... (substantivo)
Aah.. deixa pra lá, (verbo)
Vá viver. (verbo)

Nível fônico:
A cada dia desisto mais da vida. (recorrência em => /a/)
Não do ponto de vista de querer morrer. (recorrência em => /e/ /o/)
Mas do ponto de vista de desistir... (recorrência em => /e/ /o/)
Aah.. deixa pra lá, (recorrência em => /a/)
Vá viver. (recorrência em => /a/ /i/ /e/)

Nível sintático:
A cada dia (EU) desisto mais da vida. (conjugação em primeira pessoa)
Não do ponto de vista de querer morrer.
Mas do ponto de vista de desistir...
Aah... deixa pra lá,
(VOCÊ) Vá viver. (conjugação em segunda pessoa)

Nível semântico:
A cada dia (EU) desisto mais da vida. /a/ (grito) (desabafo) (conjugação em primeira pessoa)
Não do ponto de vista de querer morrer. /e/ /o/ (recolhimento)
Mas do ponto de vista de desistir... /e/ /o/ (ressurgimento)
Aah... deixa pra lá, /a/ (grito)
(VOCÊ) Vá viver. /a/ /i/ /e/ (equilíbrio) (silêncio) (conjugação em segunda pessoa)

A análise do sentindo do poema parte em principio dos dados mórficos recolhidos. O nível mórfico se apresenta semi-equilibrado, tendo 7 verbos e 6 substantivos, no entanto a maior quantidade vai para a de verbos o que automaticamente expressa uma ação e não uma imagem como seria se os substantivos estivessem em maior quantidade. Os sons expressados pelas vogais mais recorrentes mostram o ritmo e a entonação dos versos, além de descrever a ação (identificada no nível anterior), logo temos: 1º estrofe recorrência em /a/, expressa um grito de desabafo; 2º estrofe recorrência em /e/ /o/, expressa retraimento; 3ª estrofe recorrência em /e/ /o/ expressa uma condição; 4º estrofe recorrência em /a/ expressa um grito de desespero por não saber se expressar; 5ª estrofe recorrência em /a/ /i/ /e/ expressa um equilíbrio (silêncio) vindo de um conselho.
O nível sintático revela o modo como a ação descoberta pelo nível mórfico e descrita pelo nível fônico se dá. Na primeira estrofe temos uma oração em primeira pessoa, já na quinta estrofe, dentro da mesma construção poética, temos uma oração em segunda pessoa. Isso caracteriza simplesmente um diálogo. Eis a ação do poema.
Como conclusão pode-se dizer que o poema trata de uma confissão/desabafo sobre a sua condição de vida, e a última estrofe seria um conselho feita pelo observador.

3 comentários:

  1. wwwoowww!!!
    Espetacular! Me senti um velho poeta morto sendo averiguado.
    Muito Bom Mesmo!!

    ResponderExcluir
  2. É, uma boa corretora de redações...
    Mandarei escritos meus pra serem analisados e ver como estou indo nas escritas!!

    ResponderExcluir